Doenças transmitidas por carraças

As carraças podem causar irritação ou infeção no local onde se fixam à pele, mas também podem ser portadoras e transmitir infeções de um animal para outro. Elas transmitem uma variedade de organismos causadores de doenças, incluindo protozoários, bactérias, riquétsias e alguns vírus.

Os cães podem ter infestações esporádicas com apenas algumas carraças, ou infestações maciças, dependendo da quantidade de tempo que permanecem no habitat das carraças e da dimensão da população de carraças. Uma única carraça fêmea adulta consome pelo menos 0,6 ml de sangue. Infestações graves podem causar anemia, perda de peso e até mesmo a morte. Uma infeção local, inchaço e irritação (vermelhidão e coceira) podem ocorrer em torno de uma picada de carraça.

Em algumas partes do mundo as carraças são portadoras de Babésia (um protozoário que causa a piroplasmose ou babesiose), Borrélia (uma bactéria que causa a doença de Lyme), Ehrlichia (uma riquétsia que causa ehrlichiose) e outros organismos, que podem representar sérias ameaças aos cães e seres humanos.

Para reduzir o risco de transmissão de doenças ao seu cão, precisa de uma solução que efetivamente afaste e elimine as carraças. Existem agora novas soluções que funcionam de forma diferente das soluções convencionais.

Fale com o seu Médico Veterinário acerca destas novas soluções.

tick